Home  >   Quem somos
Quem somos

Uma Empresa Júnior (EJ) caracteriza-se por ser uma associação civil sem fins lucrativos, constituída e gerida por alunos de curso universitário ou técnico. Presta serviços e desenvolve projetos para diversos setores da sociedade. Por ser composta de alunos da graduação, o preço dos serviços oferecidos são menores que os do mercado. Além disso a participação de professores orientadores garante aos projetos alto nível de qualidade. O papel das Empresas Juniores é possibilitar aos estudantes a oportunidade de aprimoramento técnico através de trabalhos realizados e que dêem a eles uma visão real, possibilitando a resolução de problemas práticos e aprimoramento pessoal/humano através do engajamento numa organização que esteja preocupada com o desenvolvimento como indivíduo. Também, enquanto empresa de consultoria, a Empresa Júnior possui o papel de auxiliar e assistir aos clientes na melhoria de seu desempenho, nos aspectos de eficiência, tecnologia e no aprimoramento das relações interpessoais. Em função desse papel inovador, a Empresa Júnior adquire uma grande influência sobre os clientes, sobre os alunos e as demais pessoas com as quais interage, tendo, portanto uma correspondente responsabilidade profissional e social.

O movimento Empresa Júnior

A primeira Empresa Júnior surgiu na França em 1967, como parte de um projeto do governo. O objetivo era fomentar a criação de novas empresas e combater a recessão. Desde então, este movimento vem se difundindo e pode ser considerado como um fenômeno econômico empresarial. O processo de internacionalização ocorreu em 1986 e hoje existem Empresas Juniores espalhadas por todo o mundo: Portugal, Espanha, Itália, Inglaterra, Eslovênia, Suíça, Alemanha, entre outros. A Europa conta hoje com uma Associação Européia de Empresas Juniores (JADE) e Confederações Nacionais em todos os países. No Brasil, a idéia foi introduzida, inicialmente em São Paulo , pela Câmara de Comércio França–Brasil em 1988. As primeiras Empresas Juniores começaram a surgir no final daquele ano, com as Empresas Juniores da FAAP (Fundação Armando Álvares Penteado) e da FGV (Fundação Getúlio Vargas). O Movimento Empresa Júnior (MEJ) vem crescendo no país com um número de empresas superior ao existente na Europa, onde o movimento surgiu. Deste modo, para estruturar o movimento empresa júnior foram criadas federações estaduais que com suas empresas juniores federadas se encontram anualmente no chamado ENEJ (Encontro Nacional de Empresas Juniores) para discutir, debater, analisar e propor diretrizes para o MEJ.

Eventos XIII Semana de Informática da UFPA